quarta-feira, 4 de maio de 2016

Pai...


"Pai, quando o desânimo bater na
porta do meu coração, não permita
que eu abra. Quando o cansaço
abater a minha alma, me reabasteça
com força e coragem. Quando as
noites forem difíceis e silenciosas,
me faça lembrar que mesmo no
silêncio, você
está presente."